sábado, 10 de maio de 2008

SAUDADES

A Recordação é a mãe da Saudades.E saudades se sente ao relembrar As brincadeiras de infância,A primeira professora, Aquele brinquedo favorito. Saudades daquele abraço, daquele sermão, daquele castigo. Saudades dos sonhos da adolescência, Do beijo do primeiro namorado, Da ingenuidade de sentimentos, Do culto ao corpo e desprezo a alma; Do sorriso largo e esperança desmedida.Saudades daquele abraço, daquele sermão, daquele castigo. Saudades daquela experiência negativa, Que tornou mais enriquecida a vida. Daquele patrão exigente, que te fez ótimo profissional. Daquele amigo ingrato, que te ensinou a perdoar.Daquele amante infiel que te ensinou a desconfiar. Quem não sente Saudades, Não viveu, Deixou a vida passar, por isso Viva com intensidade seus momentos. E sua SAUDADES será resultado da sua história de vida.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

É muito bom receber você!
Muito Obrigada, pelo carinho e atenção!
Volte sempre, a casa é sua!
Abraços e beijos...
Iris & Mary